Atenção Auxiliares de Administração Escolar
Atenção Auxiliares de Administração Escolar
o SAAEMG orienta os trabalhadores nos seguintes pontos:
Categoria, participe da Greve Geral
Categoria, participe da Greve Geral
"Defenda seu direito à aposentadoria, que foi conquistado com muita luta"
Mobilização Digital
Mobilização Digital
Ferramenta permite pressionar deputados contra a 'reforma' da Previdência
Reforma da Previdência penaliza as mulheres
Reforma da Previdência penaliza as mulheres
Saiba mais no texto abaixo. Mulheres ganham menos que homens, são a maioria dos desempregados e têm mais dificuldade em contribuir para a Previdência
Dois times lideram a competição
Dois times lideram a competição
Colégio Santo Agostinho-SEDESP e Colégio Santa Dorotéia lideram nos seus respectivos grupos
Atendimento médico gratuito no sindicato
Atendimento médico gratuito no sindicato
A categoria tem atendimento em várias especialidades médicas como clínica médica, cardiologia, pediatria, nutrição e fonoaudiologia
Leia o documento no site
Leia o documento no site
Bolsonaro tenta desqualificar estudantes e trabalhadores que participaram das manifestações contra a Reforma da Previdência e o corte na educação
A importância de ser sindicalizado
A importância de ser sindicalizado
13º salário, férias...Essas e outras conquistas são frutos da organização dos trabalhadores e os seus sindicatos
Homologação das Rescisões Contratuais
Homologação das Rescisões Contratuais
O SAAEMG orienta as empresas, contabilidades e trabalhadores que as rescisões contratuais devem ser homologadas no sindicato.
Contribuição assistencial e mensalidade sindical
Contribuição assistencial e mensalidade sindical
Atenção, estabelecimentos particulares de ensino para o informe do sindicato
Aos funcionários das escolas de idiomas
Aos funcionários das escolas de idiomas
Leia abaixo o documento

    Notícias

    22/04/2019
    Contee conclama à Greve Nacional da Educação dia 15 de maio
    por Carlos Pompe - Contee*

    “Vamos parar tudo, o protesto vai envolver técnicos administrativos, professoras e professores da rede privada e pública. No dia 15 de maio realizaremos a Greve Nacional da Educação contra a reforma da Previdência que acaba com a nossa aposentadoria”. A afirmação é do coordenador-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee), Gilson Reis, que chama todos os trabalhadores de estabelecimentos de ensino e entidades filiadas a organizarem e divulgarem o movimento.

    O Dia da Greve Nacional da Educação está sendo convocado pela Contee, Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e outras entidades nacionais do setor e conta com o apoio das centrais sindicais que pretendem organizar uma greve geral contra a reforma.

    A proposta do Governo Bolsonaro de reforma da Previdência prejudica os trabalhadores em educação de todo o país, principalmente as mulheres. Só de professores, são 2,2 milhões, 80% mulheres, que têm seus direitos ameaçados. Atualmente, as professoras se aposentam com 50 anos de idade e 25 de contribuição, e os professores com 55 anos de idade e 30 de contribuição. Pelas novas regras propostas, as professoras serão as maiores prejudicadas. O tempo mínimo de contribuição para a aposentadoria é estipulado em 30 anos, aumento de 5 anos para as professoras. Já em relação à idade mínima de 60 anos, serão 5 anos a mais para os homens e 10 anos a mais para as mulheres.

    Para alcançar a aposentadoria integral (média das contribuições pagas), o tempo exigido é de 40 anos para professores e professoras. Com isso, as mulheres teriam que contribuir obrigatoriamente 10 anos a mais para obter o benefício integral. A mudança na regra do cálculo também reduz o valor dos benefícios. Hoje são dispensados 20% das menores contribuições. Pela nova regra até essas contribuições, totalizando 100%, serão levadas em conta.

    Caso o governo insista na proposta, a greve geral dos trabalhadores em educação poderá se estender por tempo indeterminado. “Os direitos sociais estão sendo destruídos e não podemos aceitar isso. O descaso do governo com a educação é gritante, como demonstra a crise no MEC”, denuncia Gilson. “Vamos nos unir, nos mobilizar, ocupar as ruas. Temos que lutar pelos nossos direitos. Não podemos deixar que rasguem a Constituição Federal. Vamos conversar com os estudantes e pais, esclarecer a situação péssima pela qual passa o país. Precisamos de um plano econômico, de emprego, de valorização do salário mínimo. Repudiamos essa reforma da Previdência”, completa.

    O movimento está sendo convocado com a palavra de ordem: “Contra o desmonte da aposentadoria, rumo à greve geral. Ninguém nasce só para trabalhar, aposentadoria é direito do cidadão”.

    *Jornalista da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee)

    Leia também:

    Reforma da Previdência dificulta aposentadoria e rebaixa benefícios

    OAB-MG se posiciona contra a Reforma da Previdência

    SAAEMG assina convênio com o escritório especializado em Direito Previdenciário

    CNBB: PEC da Previdência prejudica os mais pobres

    Desemprego aumenta e atinge 13,1 milhões de trabalhadores

    Carteira verde-amarela: O fim dos direitos trabalhistas

    O Brasil quer viver! CTB lança movimento em defesa da Previdência pública e do direito à aposentadoria

    Reforma reduz aposentadoria por idade; quem ganharia R4 2.000 perde R$ 877

    Privatizar a previdência foi um fracasso em todo o mundo, diz OIT

    Pesquisadora explica por que só os bancos ganham com a PEC da Previdência

    Quem ganha e quem perde com a reforma da previdência?

    Sonegação, falcatruas e renúncias tiram mais de R$ 85 bi do INSS

    Proposta de reforma da previdência de Bolsonaro é pior do que a de Temer

    Reforma da Previdência: Entenda o que está em jogo

    Assista:

    Clique aqui e assista o vídeo produzido pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (ANFIP) sobre a farsa do chamado “rombo” da Previdência

     

    Rua Hermilio Alves, 335
    Santa Tereza - Belo Horizonte - MG
    CEP 31.010-070
    (31) 3057-8200