Atenção, auxiliar de administração escolar
Atenção, auxiliar de administração escolar
Os pedidos serão recebidos pelo SAAEMG entre os dias 04 e 29 de setembro
O desmonte da CLT
O desmonte da CLT
Veja o que irá mudar com a "reforma" trabalhista. Mudanças entram em vigor a partir de novembro
Não fique sozinho. Sindicalize-se!
Não fique sozinho. Sindicalize-se!
A luta por objetivos nos fortalece
Principais erros que barram a sua aposentadoria
Principais erros que barram a sua aposentadoria
Não se esqueça: É necessário ter os comprovantes de vínculos empregatícios e períodos trabalhados como autônomo, por exemplo
Atendimento médico aprovado pela categoria
Atendimento médico aprovado pela categoria
100% da categoria aprova a assistência oferecida pelo SAAEMG nas cidades de Belo Horizonte, Divinópolis, Formiga, Itaúna, Patos de Minas e Sete Lagoas
Plano de saúde Unimed
Plano de saúde Unimed
Atenção, categoria: Promoção de carência para novas adesões
Jornal do sindicato já está no site
Jornal do sindicato já está no site
Essa edição traz em destaque os impactos da reforma trabalhista e a importância da sindicalização, sobretudo nesse momento de perda de direitos

    Notícias

    12/07/2017
    Governo Temer enfraquece a CLT e aprova a "reforma" trabalhista

    O plenário do Senado aprovou na noite dessa terça-feira (11) o projeto de lei (PLC 38) de "reforma" da legislação trabalhista. Foram 50 votos a favor e 26 contrários, com uma abstenção. A votação foi concluída por volta das 19h50, depois de mais de seis horas de sessão suspensa, devido a uma ocupação organizada por um grupo de senadoras da oposição. Conforme queria o governo, o texto foi aprovado sem mudanças

    O presidente da Federação Sindical dos Auxiliares de Administração Escolar de Minas Gerais (FESAAEMG), João Batista da Silveira, lamentou a aprovação do projeto. “Esse é um governo que não escuta a voz das ruas”, disse ele lembrando que várias pesquisas revelam que mais de 80% dos trabalhadores são contrários a reforma.

    O presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adílson Araújo, disse que a “ aprovação do PLC 38, nesta terça-feira (11), rasga a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e acaba com conquistas históricas da classe trabalhadora e não ataca somente direitos, ela assalta e fere de morte a nação”.

    Já o coordenador-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee), Gilson Reis, pediu atenção dos trabalhadores e trabalhadoras de cada estado para que vejam quem votou contra os trabalhadores – e a favor da Reforma – para se posicionar contra nas próximas eleições.

    Confira quadro comparativo (clique aqui) elaborado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), que analisou as mudanças em relação ao projeto original.

    SAAEMG com informações da Rede Brasil Atual, Contee e CTB

    Senadores que votaram SIM e a favor da "reforma" trabalhista

    Aécio Neves (PSDB-MG)

    Antonio Anastasia (PSDB-MG)

    Zeze Perrella (PMDB-MG)

    Airton Sandoval (PMDB-SP)

    Ana Amélia (PP-RS)

    Armando Monteiro (PTB-PE)

    Ataídes Oliveira (PSDB-TO)

    Benedito de Lira (PP-AL)

    Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

    Ciro Nogueira (PP-PI)

    Cristovam Buarque (PPS-DF)

    Dalirio Beber (PSDB-SC)

    Dário Berger (PMDB-SC)

    Davi Alcolumbre (DEM-AP)

    Edison Lobão (PMDB-MA)

    Eduardo Lopes (PRB-RJ)

    Elmano Férrer (PMDB-PI)

    Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)

    Flexa Ribeiro (PSDB-PA)

    Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)

    Gladison Carmeli (PP-AC)

    Ivo Cassol (PP-RO)

    Jader Barbalho (PMDB-PA)

    João Alberto Souza (PMDB-MA)

    José Agripino (DEM-RN)

    José Maranhão (PMDB-PB)

    José Medeiros (PSD-MT)

    José Serra (PSDB-SP)

    Lasier Martins (PSD-RS)

    Marta Suplicy (PMDB-SP)

    Omar Aziz (PSD-AM)

    Paulo Bauer (PSDB-SC)

    Raimundo Lira (PMDB-PB)

    Ricardo Ferraço (PSDB-ES)

    Roberto Muniz (PP-BA)

    Roberto Rocha (PSB-MA)

    Romero Jucá (PMDB-RR)

    Ronaldo Caiado (DEM-GO)

    Rose de Freitas (PMDB-ES)

    Sérgio Petecão (PSD-AC)

    Simone Tebet (PMDB-MS)

    Tasso Jereissati (PSDB-CE)

    Valdir Raupp (PMDB-RO)

    Waldemir Moka (PMDB-MS)

    Wilder Morais (PP-GO)

    Senadores que votaram contra a "reforma" (Não)

    Álvaro Dias (Podemos-PR)

    Ângela Portela (PDT-RR)

    Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)

    Eduardo Amorim (PSDB-SE)

    Eduardo Braga (PMDB-AM)

    Fátima Bezerra (PT-RN)

    Fernando Collor (PTC-AL)

    Gleisi Hoffmann (PT-PR)

    Humberto Costa (PT-PE)

    João Capiberibe (PSB-AP)

    Jorge Viana (PT-AC)

    José Pimentel (PT-CE)

    Kátia Abreu (PMDB-TO)

    Lídice da Mata (PSB-BA)

    Lindbergh Farias (PT-RJ)

    Otto Alencar (PSD-BA)

    Paulo Rocha (PT-PA)

    Paulo Paim (PT-RS)

    Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

    Regina Sousa (PT-PI)

    Reguffe (Sem partido-DF)

    Renan Calheiros (PMDB-AL)

    Roberto Requião (PMDB-PR)

    Romário (Podemos-RJ)

    Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)

     

    Abstenção

    Lúcia Vânia (PSB-GO)

     

    Ausente

    Acir Gurgacz (PDT-RO)

    Hélio José (PMDB-DF)

    Maria do Carmo Alves (DEM-SE)

    Rua Hermilio Alves, 335
    Santa Tereza - Belo Horizonte - MG
    CEP 31.010-070
    (31) 3057-8200