NEGOCIAÇÕES CONVENÇÃO COLETIVA DE TRAB. 2020/2022
NEGOCIAÇÕES CONVENÇÃO COLETIVA DE TRAB. 2020/2022
COMUNICADO AOS AUXILIARES DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR
COMUNICADO AOS AUXILIARES DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR
COMUNICADO FUNCIONAMENTO SAAEMG
COMUNICADO FUNCIONAMENTO SAAEMG
Conheça as decisões da liminar
Conheça as decisões da liminar
Convênio médico com atendimento gratuito
Convênio médico com atendimento gratuito
Associados do SAAEMG e seus dependentes contam com atendimento médico gratuito na rede de clínicas Dr.Agora
Bolsas de Estudos - 2020
Bolsas de Estudos - 2020
Pedidos deverão ser feitos no sindicato a partir de abril
Plano de saúde Unimed para a categoria
Plano de saúde Unimed para a categoria
Fale com um consultor agora
Homologação das Rescisões Contratuais
Homologação das Rescisões Contratuais
O SAAEMG orienta as empresas, contabilidades e trabalhadores que as rescisões contratuais devem ser homologadas no sindicato.
Aos funcionários das escolas de idiomas
Aos funcionários das escolas de idiomas
Leia abaixo o documento
Atenção Auxiliares de Administração Escolar
Atenção Auxiliares de Administração Escolar
O SAAEMG orienta os trabalhadores nos seguintes pontos:

    Notícias

    03/05/2019
    Beth Carvalho canta “Saco de feijão”; ouça
    por Rádio Peão Brasil

    No último dia 30, o Brasil perdeu a cantora Beth Carvalho. A madrinha do samba, que tinha 72 anos, morreu vítima de uma infeção generalizada. Ela estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, na cidade do Rio de Janeiro. Entre os seus grandes sucessos está a música "Saco de Feijão". A canção trata do baixo poder de compra dos brasileiros. Era um “saco cheio de dinheiro pra comprar um quilo de feijão”. Disso que trata este samba bem humorado na voz da saudosa Beth Carvalho. Vale a penar ouvir. Acesse o site do sindicato e confira!

    Clique aqui e ouça

    Saco de feijão
    (Composição: Francisco Santana/1977)
    Intérprete: Beth Carvalho

    Meu Deus mas para que tanto dinheiro
    Dinheiro só pra gastar
    Que saudade tenho do tempo de outrora
    Que vida que eu levo agora
    Já me sinto esgotado
    E cansado de penar, meu Deus
    Sem haver solução
    De que me serve um saco cheio de dinheiro
    Pra comprar um quilo de feijão
    Me diga gente
    De que me serve um saco cheio de dinheiro
    Pra comprar um quilo de feijão
    No tempo dos “derréis” e do vintém
    Se vivia muito bem, sem haver reclamação
    Eu ia no armazém do seu Manoel com um tostão
    Trazia um quilo de feijão
    Depois que inventaram o tal cruzeiro
    Eu trago um embrulhinho na mão
    E deixo um saco de dinheiro
    Ai, ai, meu Deus

    Rua Hermilio Alves, 335
    Santa Tereza - Belo Horizonte - MG
    CEP 31.010-070
    (31) 3057-8200